PIS e COFINS Supermercados

R$290.00

Restituição do PIS e COFINS das empresas de supermercados, que querem mudar do lucro presumido para o Lucro Real. Esses créditos são adiantados perante os fornecedores de frete, energia elétrica, ativo imobilizado, insumos, embalagens, etc.

Restituição do PIS e COFINS das agroindústrias arrozeiras, supermercados, transportadoras, indústrias e empresas que querem mudar do lucro presumido para o Lucro Real. Esses créditos são adiantados perante os fornecedores de frete, energia elétrica, ativo imobilizado, insumos, embalagens, etc.

Revisar e verificar os créditos não aproveitados para fins de PIS e COFINS nos estabelecimentos industriais nos últimos 05 anos, de acordo com a jurisprudência administrativa (Conselho de Recursos Fiscais) e Jurisprudência dos tribunais.

Ressarcimento desses créditos para compensação com IRPJ, CSLL, INSS (ex-funrural) e débitos vencidos da Receita Federal.

Gerar um estoque de créditos tributários para compensações futuras.

 

 

Programa

  1. Sistemática de não-cumulatividade do PIS e COFINS – método subtrativo indireto: totalmente diferente da sistemática de não-cumulatividade do ICMS e IPI e seus reflexos com relação aos créditos
  2. Interpretação e aplicação da norma de não-cumulatividade do PIS e COFINS
  3. Aproveitamento de Créditos relativos a insumos (queijos, farinhas, mão-de-obra, limpeza,etc.) utilizados na fabricação de pães, rotisseria; bolos, salgados e outros
  4. Créditos relativos a insumos ligados ao açougue
  5. Como minimizar o aumento do custo do PIS e COFINS em função das Leis 12.059/2009 e 12.350/2010 – relativo a comercialização de carnes de aves, suínos e bovinos (crédito presumido) através do Planejamento Tributário
  6. Aproveitamento de Créditos provenientes a sacolas, vasilhames, fretes, combustível e peças utilizados no serviço de entrega de mercadorias
  7. Aproveitamento de Créditos relacionados aos Centros de Distribuições e Logística
  8. Créditos relacionados ao fornecimento de refeições e restaurante (alimentos in natura, hortifruti, etc.)
  9. Como averiguar/conferir se mercadorias à alíquota zero não estão sendo tributadas indevidamente, já que mais de 50% (quantitativa e não valorativa) dos produtos comercializados em Super/Hiper têm alíquota zero
  10. Aplicação extensiva na interpretação de produtos tributados à alíquota zero
  11. Principais produtos à alíquota zero comercializados em Supermercados e Hipermercados
  12. Influência da Contabilidade de Custos, quando segregadas atividades, para o aproveitamento de créditos tributários
  13. Créditos admitidos na compra de insumos isentos e sem pagamento do Pis e Cofins
  14. Créditos admitidos na compra de insumos destinados a vendas isentas, com suspensão, não incidência e não tributados
  15. Créditos na revenda de mercadorias de incidência monofásica ou substituição tributária
  16. Créditos de optantes do Simples Nacional

Professor

PROF. PAULO H. TEIXEIRA

Contador, Auditor, Advogado Tributarista, Consultor de empresas de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Coordenador Técnico dos sites Portal de Auditoria, Valor Jurídico, sócio administrador da Maph Auditoria Assessoria Empresarial e Clínica Tributária, Autor de vários Livros e Obras Eletrônicas, entre as principais: Créditos de Pis e Cofins, Contabilidade Tributária, Auditoria Tributária, Blindagem Fiscal e Contábil, Como Calcular o IRPJ – Lucro Real, Defesa do Contribuinte em Autuação Fiscal, Fechamento de Balanço com Economia de IRPJ e CSLL, IPI – Teoria e Prática.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “PIS e COFINS Supermercados”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *